Passagens


Como viajante independente, não tenho o costume de utilizar os serviços de agências de viagem e não conheço nenhuma que possa recomendar.
Caso você tenha um agente de viagem de confiança, essa é sem dúvida uma das formas mais fáceis de garantir uma boa passagem aérea. As agências têm acesso à sistemas exclusivos que permitem pesquisas mais completas. Além disso, muitas delas fretam voos, o que garante preços competitivos, principalmente na alta temporada.
Eu compro passagens de uma única forma: pela internet, no próprio site da companhia aérea.
Antes disso, porém, utilizo os sites de busca, tão somente para descobrir qual é o ticket mais barato para o trajeto que eu quero fazer.
Não compro as passagens através desses sites por um motivo muito simples: nunca encontrei neles uma passagem com preço melhor do que o oferecido pela própria companhia. Muito pelo contrário, nas maioria das vezes esses sites cobram altas taxas de conveniência que aumentam ainda mais o preço dos tickets. Totalmente desnecessário.
Mas, ainda assim, eles são muito úteis, porque no momento da busca mostram o preço básico da passagem, sem as taxas, que é justamente o preço que você irá pagar no site da empresa aérea.
Eu uso:
http://matrix.itasoftware.com/search.htm?session=9778e040-2aa7-40c9-8b4c-a4a2a3662611 – recém descoberto, já virou o meu preferido. Ele une simplesmente todas as opções de passagens, o que nenhum outro site de busca que já consultei consegue fazer. Comprei minha passagem para a Ásia por um precinho show de bola após descobrir o voo nesse site. Coloque no seu favorito, você nunca mais vai largar.

http://www.edreamsviagens.com.br/ - aqui você encontra empresas que não podia sequer imaginar que existiam, como a islandesa WOW! Mesmo tendo medo de avião (sim, eu tenho medo de avião), costumo não pensar duas vezes antes de encarar.

http://www.voosbaratos.pt/ - amo! Descobri esse site quando morava em Portugal e nunca mais larguei. Ele lista todas as low cost e mostra passagens aéreas com preços inacreditáveis.

www.decolar.com – só ajuda nos trechos mais comuns. Acho que mostra poucas opções de cias aéreas e cuidado: as taxas de conveniência são absurdas.
Achou o seu trecho mais barato? Corra para garantir sua compra. O preço das passagens aéreas oscilam com facilidade e é o tipo da coisa que custa caro para quem não gosta de planejar a viagem com antecedência. Para voos internacionais, o ideal é comprar o seu ticket de 6 a 4 meses antes da data do embarque.
E se você irá viajar para vários destinos, preste bastante atenção nesse dica: não deixe de observar o limite de bagagem (peso e quantidade). O Brasil é um dos poucos países do mundo que permite franquia de bagagem acima de 23 Kg. Isso quer dizer que você pode sair daqui com uma mala enorme e pesada, assim como voltar para cá com esta mala enorme. Mas não conseguirá transitar por outros países com essa mesma bagagem sem pagar valores absurdos pelo excesso.
No caso das low cost fiquei ainda mais atento. A bagagem de porão costuma não estar incluída no preço da passagem e o controle das bagagens de mão é sempre muito rigoroso. Se não couber na caixinha ao lado do check-in, não leve, ou você vai passar carão na hora de entrar no avião (experiência própria).
Outra coisa que você precisa observar são as escalas e conexões. É muito comum encontrar passagens por uma bagatela, que vão te custar muitas horas, seu bem-estar e o seu bom humor. Coloque na balança e decida se realmente vale a pena.
Boa viagem!
A Viajante

0 comentários:

Postar um comentário