22 de out de 2013

Portugal, pequeno e encantador

Sempre tive o sonho de morar fora do Brasil, para poder vivenciar outro estilo de vida.
Somente aos 26 anos pude realizar esse sonho, quando fui fazer meu mestrado em Lisboa. Morei lá por um ano e quatro meses (de 2010 ao final de 2011) quando pude, além de estudar, conhecer a fundo esse pequeno país tão distante e ao mesmo tempo tão próximo de nós.
Além disso, pude viajar, viajar muito, e conhecer boa parte da Europa, o que me proporcionou iniciar a realização de um outro sonho, o mais antigo de todos: conhecer o mundo.

Serão necessários inúmeros posts para dizer tudo que vivenciei em Portugal, mas algumas coisinhas eu posso adiantar aqui. Portugal é um país belíssimo, com uma história notável. Suas cidades são pequenas e charmosas, suas praias são maravilhosas, a comida é deliciosa e o clima ameno (se comparado ao de seus vizinhos) atrai turistas europeus de todos os cantos, buscando não apenas o calor, mas um algo mais que o país tem a oferecer: é que Portugal não se encaixa no padrão europeu em muitos aspectos, o que o torna um país único dentro do continente.

Por tudo isso, em 2010, Lisboa foi eleita pelos europeus como o melhor destino de turismo da Europa. Para a Associação dos Consumidores Europeus, que promoveu a pesquisa, a eleição se deu pelo fato de Lisboa ser “uma cidade que soube preservar toda a sua alma e oferecer uma porta de entrada ao Turismo, sem esquecer as suas riquezas sociais e culturais”.
Além disso, Lisboa também está no topo de outra lista: a dos dez melhores albergues do mundo. De acordo com a eleição feita anualmente pelo site Hostel World, dos dez melhores albergues do mundo, os quatro primeiros estão em Lisboa. Ótima oportunidade para quem não conhece esse tipo de hospedagem quebrar alguns paradigmas. Veja aqui os vencedores.
Mas os encantos de Portugal não se resumem à capital. De norte a sul são inúmeras as atrações do País, que merece ser desbravado em cada cantinho, já que de uma região para outra tudo pode mudar. Chega a ser assustador o forte regionalismo em um país tão pequeno: são somente dez milhões de habitantes em apenas 92.000km². Isso significa que para cruzar o país são apenas 600Km de norte a sul e 300Km de leste a oeste. É um país pequeno, com atrações suficientes para um mês inteiro só lá. E mesmo assim você não conseguirá ver tudo.
Uma das dezenas de vistas incríveis de Lisboa, com seus telhados cor de terra
A charmosa cidade medieval de Monsaraz, ne região das vinículas do Alentejo, no centro do país

A arquitetura típica da belíssima cidade do Porto, norte de Portugal...
... e o mar esverdeado da região do Algarve: praias paradisíacas no sul do país.
Como se não bastassem todas as belezas que tanto atraem os visitantes europeus, para nós, brasileiros, ir a Portugal significa também um mergulho em nossa história e nas nossas origens. É uma viagem essencial para qualquer brasileiro, nem que seja para perceber que nossos primos portugueses são completamente diferentes de nós.

A viajante.

0 comentários:

Postar um comentário