16 de out de 2013

Peru - Delícias gastronômicas

A comida peruana é maravilhosa! Bem condimentada e apimentada, muito barata e sempre servida em porções enormes. Vale a pena provar de tudo.
É impressionante a presença das batatas na mesa peruana... estão sempre na entrada e no prato principal... só não provamos na sobremesa, embora também seja comum! Destaque para a batata doce, que às vezes parece conservada em calda de açúcar de tão doce... deliciosa! Fica ótima cozida, no ceviche, ou frita, acompanhando boa parte das refeições.
Na Ilha de Amantani, no lago Titicaca, experimentamos uma batata chamada colca, que não existe no Brasil... ela tem uma cor roxa e um formato comprido, mas, definitivamente, não agradou!
Prato vegetariano em Amantani, a base de queijo e batatas...essa roxa é a colca, de gosto nada saboroso
Abaixo, alguns pratos típicos que provamos:
-  Papas a Huancaína – pedaços de batata com um molho amarelo levemente picante e ovo... A base do molho é uma inusitada combinação de queijo branco, amendoim e leite! E é muito bom!!! Servido como entrada.
-   Papas releñas – nada mais é do que nosso croquete: massa frita a base de batata com recheio de carne moída. Sem muita novidade para os paladares ansiosos por novas descobertas.
-  Ceviche – peixe e frutos do mar crus, marinados no limão, servido com cebolas, batata-doce, milho e aji. Delicioso!!!! Mas recomendamos pedir com o aji a parte, pois mesmo para quem está acostumado essa pimenta é extremamente forte, e pode acabar estragando o prato. Vale a pena comer muito ceviche, porque é bom demais! Normalmente é servido como entrada e apenas no almoço, quando o peixe ainda está fresco. A batata doce fica incrível no prato.
O legítimo ceviche peruano
-   Sanduíche de pele de leitão (Buchifarras) – servido em barracas de rua, recheado com carne de porco e um molho feito da pele do porco frita com cebola... a cara era até boa, e, segundo o Bruno, meu companheiro de viagem, foi aprovadíssimo. Eu preferi não arriscar.
-  Chincharrones - chincharrones é o modo de preparar a carne, que significa, a milanesa. No caso, experimentamos o de lula. É gostoso, mas pouco surpreendente.
-   Tira-gosto de milho seco – em todos os restaurantes você chega e o garçom traz um potinho com grãos de milho torrado. É simplesmente o milho, sem tempero e muito seco. Custa a descer... acho que não entendemos o espírito da coisa...
-   Causa releña – é uma entrada deliciosa. Uma espécie de massa feita de batata, servida fria, com recheios diversos, como frutos do mar, abacate, frango...e sempre com um toque de limão. Muito bom!

-    Jalea – Frutos do mar e peixes empanados, servido como tira-gosto.
-   Tacu-Tacu – Sem dúvida um dos preferidos. É uma panqueca frita, cuja massa é feita de arroz com feijão. Servido com um filé grelhado ou um ovo frito em cima. Bem temperadinho, é simplesmente delicioso.
Tacu-Tacu: pensem o quanto isso estava bom...
-   Aji de Galinha – São pedaços de filé de frango com um creme amarelo picante. Parece muito com um strogonoff e também é servido com arroz. Muito comum no Peru e muito gostoso também.
-   Rocoto Releño – Como sou louca por pimentão recheado fiquei super ansiosa para experimentar esse prato típico de Arequipa. Um pimentão vermelho recheado com carne moída azeitona e passas, servido com torta de batatas. Ele é realmente maravilhoso, mas muito apimentado! Até eu que sou acostumada com pimenta sofri pra comer tudo e, no fim, não dá nem pra sentir o gosto da comida mais. No Peru a pimenta é sempre muito forte, então, todo cuidado é pouco.
-   Pastel de Papas – Acompanha os pratos na cozinha arequipeña. São batatas ao creme gratinadas. Muito gostoso.
-  Carne de Alpaca – deliciosa, bem macia e saborosa! O filé é maravilhoso.
-   Quinoa – Na época em que fui ao Peru a quinoa ainda não era muito conhecida no Brasil. Hoje, virou moda entre os adeptos da alimentação saudável. Trata-se de um cereal andino, super nutritivo e muito comum no Peru. Lá você irá encontrar a quinoa em todo tipo de pratos e refeições: sopas, tortas, saladas, risotos, barras de cereais etc. Tudo delicioso...
Sopa de Quinoa
-   Bembos – É a maior e mais famosa rede de fast food peruana. Parece muito com o Mc Donalds, ou nosso Bobs, mas os sanduíches têm elementos peruanos. Um deles leva batata doce no recheio e é delicioso. Levam também os molhos típicos do país, com destaque para o Aji, sempre extremamente apimentado. Vale a pena provar.
-   Folha de coca – A coca é muito utilizada no Peru para alivirar os efeitos do soroche (mal estar causado pela altitude). A melhor forma de se obter esse efeito medicinal é mascando a sua folha. A folha de coca é extremamente seca e tem um sabor horroroso. Não se deve engolir a folha, apenas mascar, para engolir o suco. Pega-se uma porção de folhas e enrola-se uma pedra catalisadora (é uma pedra mesmo...não sei de que tipo) e aí é só ficar mascando pelo máximo de tempo que aguentar. Eu não aguentei quase nada. O sabor da coca, seja na folha, seja no chá, seja nas balas, é muito ruim e enjoativo!!! O chá pode ser daqueles de saquinho, industrializados, ou natural, feito direto das folhas. O de saquinho é mais fraco, então até que é gostoso. Mas quando é natural, o sabor é terrível, porque fica com aquele gosto bem marcante da coca. As balas e biscoitos de coca até que não são ruins, mas depois de mascar a folha tudo que remetia àquele gosto enjoava. De toda forma, as balas são um ótimo souvenir, os amigos adoram.
Essa cara boa foi só até o primeiro gole...horrível!!! Até soroche é melhor que coca.

Para a sobremesa:
-   Torta de Jaca – Inusitada e sensacional. Por incrível que pareça é uma sobremesa leve, sendo que no Peru a jaca é muito apreciada e usada em todo tipo de sobremesa.
     - Teja e Chocoteja – é um bombom típico do peru. A teja é glaçada, recheada com doce de leite e alguma fruta seca (como nozes, castanha, ameixa etc). A chocoteja é o mesmo, porém glaçada com chocolate. Deliciosa! Recomendo a marca Helena. Aliás, se alguém estiver indo pro Peru e quiser trazer uma para mim, vou adorar!!!
    - Tres Leches – sobremesa típica do Peru. São camadas de pão de ló intercaladas com um creme a base de leite, creme de leite e leite condensado. É servido gelado e é bem leve.
-   Mazamorra Morada – é um doce de milho roxo em calda. Meio sem sabor, não agradou, mas é muito comum no Peru.
-   Arroz doce – como o nosso, é uma das sobremesas mais comuns por aqui, porém bem menos doce. 
-   Mousse de Sancayo – Sancayo é uma fruta de um cactus e parece um kiwi, com sementinhas pretas, porém mais azedinho. Só experimentamos a fruta na mousse, que estava deliciosa e bem leve.
-   Suspiro Limeño – sobremesa típica de Lima. É como um doce de leite feito com leite condensado, conhaque e canela, coberto por suspiro. Delicioso!!!

De beber
-   Pisco Sour: O pisco foi inventado no Peru. É um conhaque de uva muito forte, e é servido gelado. A forma mais comum de bebê-lo é neste coquetel, feito com limão e clara de ovo. É até gostoso, mas forte de mais, e o fato de sabermos que existe um ovo cru ali não ajuda.
-  Cervejas: Cusquenã, Arequipeña, Bareña, Pilsen e Cristal – a cerveja peruana é gostosa no geral, mas a maioria é meio ralinha, bem leve. A cusqueña é mais forte, e é a mais bebida por lá. 
-  Inca Kola: refrigerante amarelo fluorescente com gosto de tutti-frutti. Parece Bubbaloo... mas é tomável, principalmente depois de descoberta a sua versão light (só não deixa saudades...). É impressionante como essa bebida é apreciada no Peru. Vende mais que coca-cola e é visto em qualquer mesa de bar e restaurante.
Essa cor dispensa comentários
-  Chicha Morada: é um suco de milho roxo, extremamente comum. Nos restaurantes é o que se vê na mesa, quando a pedida não foi a Inca Kola. Tem um gosto exótico e até gostoso, mas um pouco ralo. Lembra o açaí.

Deu para ver como a culinária do Peru é rica e diferente, não é? Escrever esse post me deu água na boca!!!

A Viajante.
-

















0 comentários:

Postar um comentário