15 de out. de 2013

Islândia: Inverno ou Verão?

Existem duas Islândias a serem visitadas: a do inverno e a do verão.
Isso porque, em cada uma das estações as atrações a serem vistas são completamente diferentes.
No inverno o país está coberto de neve, é difícil trafegar nas estradas e boa parte dos passeios não funcionam. Em compensação, só nessa época é possível ver a aurora boreal e as cavernas de cristal. A boa notícia é que o inverno islandês tem temperaturas bastante amenas, se comparadas ao resto da Europa (a mínima fica em torno de -3), fazendo com que esse seja um dos melhores lugares para assistir à aurora.
Caverna de Cristal. Fonte: www.detublog.blogspot.com
Eu sofri muito para escolher quando ir, porque ver a aurora boreal é um dos meus sonhos de viagem ainda não realizados. Mas depois de pesquisar bastante, cheguei à conclusão que para uma primeira vez o verão era melhor. Não poderia ver a aurora, mas poderia apreciar outro fenômeno fantástico: o sol da meia-noite.
E aí eu vi esse vídeo, que sacramentou de vez a minha escolha:


O vídeo é resultado de 38.000 fotografias tiradas por 17 dias, em junho de 2011, em todo o terrirório islandês. As fotografias foram tiradas ao longo das 24 horas do dia, durante o fenômeno do sol da meia-noite. Neste período, na Islândia, a noite não existe.
Apenas no norte, e por poucos dias, o sol de fato não se põe. Ele baixa até a linha do horizonte e, a partir daí, se move apenas na horizontal. Na maior parte do país, entretanto, nos meses de junho e julho, o sol se põe tão tarde e nasce tão cedo, que o período curto entre o crepúsculo e o amanhecer não é suficiente para que anoiteça.
O resultado são 24 horas de luz do dia e cerca de 6 horas diárias da chamada golden hour, aquela hora linda do entardecer, na qual as fotografias ficam perfeitas!!!
Isso significa que, viajando para a Islândia no verão, você terá, à sua disposição, 24 horas de luz do dia para aproveitar o máximo possível a sua viagem (para quem opta por uma road trip, a viagem rende pra caramba!!!). Além disso é interessante ver como nosso corpo não se acostuma com a ausência de noite. Em um dos dias saímos para jantar as 23 horas e ficamos putos da vida porque não tinha nenhum restaurante aberto. Em outro, dormimos sem cortina, em plena luz do dia.
O pôr-do-sol, à meia noite...
...e a vista da janela na hora de dormir, à 01:00 da manhã
Mas não se engane... o verão islandês não é bem o que um brasileiro chamaria de verão (esqueça o banho de cachoeira... cachoeira na Islândia é só para contemplar). Na nossa viagem, a média da temperatura ficou em torno de 10 graus. Foram raros os momentos de sol e céu azul (na Islândia chove muito, sempre). O que prevaleceu foi muita chuva, neblina, frio e ventos que praticamente te fazem voar. Às vezes o vento é tão insuportável que não é possível ficar em ambientes externos (nossa primeira tentativa do tour Inside the Volcano foi cancelada por isso).

A Islândia é, sem dúvida, o lugar onde o vento faz a curva.
Um pouquinho do verão islandês..
E não ouse se irritar com o vento e com a chuva. É graças a eles que a Islândia é tão linda, com suas formações rochosas únicas e inusitadas. Essa é, aliás, a grande dica para você que pretende visitar esse país tão fenomenal: vá preparado e de mente aberta para enfrentar o clima extremo. Ele com certeza estará impiedoso.
A Viajante.











4 comentários:

  1. Muito lindo, mas só para quem tem cascalho, senão é ver com os olhos e lamber com a testa.

    ResponderExcluir
  2. A Islandia é maravilhosa!!
    daniel_andrade_dac

    ResponderExcluir
  3. A islandia é onde, eu queria morar. É fantástica!!!...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também! Além de linda, está em outro nível de desenvolvimento. Paraíso na Terra.

      Excluir