31 de out de 2013

De Marrakech ao Deserto do Saara

Uma boa pedida para quem está em Marrakech e tem vontade de conhecer o Saara é contratar um dos inúmeros passeios que saem da cidade em direção ao deserto.
Existem diversos tipos de tours, com duração e itinerário variados. Eu optei por fazer o tour de duas noites e três dias.  O passeio saia do nosso hotel, em Marrakech, e eram ao todo dez pessoas.
O trajeto entre Marrakech e Merzouga, na entrada do deserto do Saara, é de aproximadamente 560 km, percorridos em 12 horas. A viagem foi super cansativa, mas extremamente prazerosa, principalmente por ser tudo muito novo para mim. Nunca havia estado em um país muçulmano e agora podia conhecê-lo todo, inclusive em seu interior! 
No caminho de ida foram diversas paradas em pequenas cidades,  nas quais pude conhecer um pouco mais desse país tão encantador.
A primeira parada foi em Ait Ben addou, cidade fortificada onde foram filmados alguns filmes famosos, como Lawrence das Arábias, O Gladiador e Príncipe da Pérsia. A cidade é declarada pela Unesco como Patrimônio Mundial da Humanidade.
De Ait Ben haddou, partimos para o almoço em Ouarzazate. Não ficamos muito tempo na cidade, mas tivemos a sorte de ver carros do Rally Paris Dacar passando ao nosso lado, em plena competição. Foi uma sensação muito bacana. Os carros continuaram cruzando nosso caminho durante todo o tour.
De lá partimos em direção à Gargante de Dades, um cânion maravilhoso no alto do Rio Dades. As paisagens são belíssimas e, para os corajosos, é possível nadar no rio de água ultra gelada.
A seguir fomos para Tineghir, cidade também pequena. Paramos para ver a fabricação dos tapetes e como a lã era tratada pelas senhoras marroquinas.
A pequena cidade de Tineghir
O tratamento da lã
Passeamos por Tineghir, tomamos um chá e seguimos viagem em direção à outra garganta, a de Todra, ainda mais bonita e grandiosa que a de Dades. O cânion é bem estreito e em certos pontos chega a ter apenas 10 metros de passagem entre paredes completamente verticais, que chegam a 200 metros de altura. Uma verdadeira obra prima da natureza!
De lá fomos para o hotel, onde descansamos de um dia cansativo, porém  maravilhoso. No dia seguinte, acordamos em direção ao tão desejado sonho de conhecer o Saara.
Partimos bem cedo para mais alguns poucos quilômetros (trafegados em muitas horas) até Merzouga. Fomos direto, agora sem direito a qualquer parada. A ansiedade era mato neste momento. A cada pedaço de terra percorrido o desejo somente aumentava.
Quando chegamos em Merzouga, cidade que fica na porta do deserto, tive minha primeira sensação incrível: assistir à cena de pessoas andando todas de preto, em pleno deserto... Fiquei louco. Pedi ao motorista para parar. Ninguém se mexia dentro da van e eu eufórico, querendo parar, tirar fotos, descer! Fui contido pelo motorista que me alertou que aquilo era perigoso, estávamos em uma cidade muito pequena, onde a religião era mais tradicional do que nos grandes centros, que recebiam muitos turistas europeus.
Mesmo alertado não me contive e comecei a tirar fotos. O motorista, então, já sem paciência, falou em um tom mais alto: “por favor, pare e tome seu lugar novamente.” Obedeci, mas minha vontade era de sair para fora do carro ali mesmo, ávido por tudo aquilo que via diante dos meus olhos. Fiquei muito impressionado com aquela cena: como era diferente. Já havia visto, em outras cidades do Marrocos, pessoas com suas roupas típicas, mas aquela cena ali me marcou de forma diferente. Guardo aquela sensação na memória e me lembro como se fosse hoje.
Após a minha euforia contida, enfim chegamos ao deserto. Paramos nossa van e descemos. Os carros do Paris Dacar continuavam passando.
Conversamos com o rapaz que nos recebeu e deixamos as coisas em um local para pegá-las no dia seguinte. O motivo? Iríamos para o deserto em dromedários. Isso mesmo, uma hora em cima destes animais engraçadíssimos e muito feiosos.
Nossos dromedários
E atenção: não são camelos, mas sim dromedários. Você sabe a diferença entre eles? São três. O numero de corcovas, o pelo e a altura. Os dromedários são encontrados na Árica e os camelos, na Ásia central. Os dromedários são mais ágeis que os camelos e podem atingir até 15 km por hora. Descer e subir nestes animais são tarefas bem engraçadas. Alguns caem, outros precisam de ajuda... e para os homens....ah, depois de uma hora em cima deles haja saco (literalmente)! 
Uma hora de cavalgada e lá chegamos: o deserto do Saara!!!
Enfim, o deserto...
Nossa tenda já estava montada. Fazia uns 20 graus aproximadamente, nem frio nem calor (com uma fleece me sentia confortável naquele momento). Saímos entre as dunas do deserto para passear. Sentamos, batemos papo e o fim da tarde foi chegando... escureceu... e aí eu meu perdi! Isso mesmo, me perdi! Literalmente. Não sabia voltar para a tenda. A sorte foi que um dos membros do grupo, que estava no acampamento, começou a gritar e conseguimos chegar, guiados por sua voz. Meio desesperador, mas mais uma sensação maluca e uma boa história para contar. 
Sentamos para jantar, todos ao redor dos dois pratos preparados para 15 pessoas. Nada de prato, nada de talheres. Cada um por si e Deus por todos. Alias, Allah por todos! Famintos, avançamos na comida com as próprias mãos. A comida não era muita, mas era o suficiente para matar a fome.
Após o jantar, fomos para as tendas, dormir sob vários cobertores, pois o frio era de matar. De dia o lugar mais quente do mundo, a noite, muito, muito frio!
No dia seguinte levantamos cedo e subimos as dunas para assistir ao sol nascer. Como a areia é fofa no deserto! Afundávamos. Cada passo parecia uma eternidade. Chegamos exaustos ao topo. Mas tudo era novidade, tudo era espetacular, uma sensação incrível de estar ali, no maior e mais quente deserto do mundo! 

Descemos as dunas e pegamos nossos fiéis dromedários para retornar a Merzouga, onde nosso carro nos esperava para o longo e árduo caminho de volta. E dessa vez, sem paradas, sem visitas. Doze horas direto até Marrakech.
Se vale a pena? Muito! Tudo o que vi aqui, faz parte de umas das minhas memórias mais sensacionais. O Saara é incrível!

O viajante.

6 comentários:

  1. Viagens em marrocos oferece uma grande variedade de passeios marroquino incluindo passeios culturais, Desert Tours , Mountain Tours, Praia Tours excursaoes no deserto do saara . toure cidades imperiais e muito mais . o passeio de ônibus lotado e vêm ter um diferente aventura em seu lugar. Viagens-em-marrocos.com, um familiar empresa de transporte convida você a explorar e experimentar Marrocos em um de nossos veículos 4×4.para mais informacoes contata-nos www.viagens-em-marrocos.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Você foi por qual companhia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diogo, tudo bem? Me desculpe a demora em responder, mas estava viajando e com pouco acesso à internet. Eu fiz o tour com o próprio hotel, que oferecia o passeio aos hóspedes. Essa viagem foi há muito tempo e era um hotel bem pequeno na praça então não tenho sequer o nome. Mas todos os hotéis oferecem esse tour e é sempre uma opção confiável reservar direto no local de hospedagem. Abs

      Excluir
  3. http://www.MaroccoEscursioni.com Viagens e turismo empresa de transporte foi criado e gerido por uma equipa profissional que tem uma vasta experiência na organização de viagens. Mais de 14 anos, oferecemos viagens para o indivíduo e facilitar a sua viagem para o Marrocos, com excelentes serviços durante sua estadia em Marrocos atrás
    http://www.maroccoEscursioni.com Nosso Companhia turismo tem sido líder de mercado oferecendo passeios e excursões de Marrakech nas melhores condições com preços razoáveis. Hoje continuamos nosso compromisso e oferecendo um dos melhores serviços, marketing e oferecendo aos nossos passeios e excursões 4 × 4 no deserto com preços justos.
    Propomos passeios de um dia: excursão para Essaouira, Imlil Tour e as montanhas do Atlas, Ait benhaddou turnê, Cachoeiras de Ouzoud circuitos tanto quanto vários dias atrás, o deserto do Saara e do grande sul marroquino: Ouarzazate, Zagora, dunas circuito Merzouga e Marrakech para Fes via Erg Chebbi em Merzouga com passeio de camelo e passar uma noite inesquecível no acampamento nômade no deserto.

    ResponderExcluir
  4. Fui ao Marrocos no final de Abril.Contratei o pessoal da agencia Marvelous Morocco Tours do Marrocos. Tudo correu perfeitamente. Contratamos um tour privado para nossa viagem ao Marrocos. Tivemos uma assessoria durante toda viagem. Um dia todo passeando por Marrakesh com um guia exclusivo. O passeio pelo deserto foi maravilhoso. Podem confiar no trabalho do Iddir, eles preparam tudo, desde os translados do aeroporte, hospedagem e até os melhores lugares para compras. No Hotel em Dades fomos recebidos com um grupo folclorico cantando e dançando para os novos hospedes. Uma surpresa nova a cada dia. Nós indicamos Iddir e ( marvelous-moroccotours.com ) para quem deseja uma viagem perfeita!

    ResponderExcluir
  5. bem-vindo em nossas viagens para Marrocos para descobrir os melhores destaques do Sul de Marrocos: as belas montanhas do Atlas, oásis coberto com exuberantes palmeiras, Kasbahs séculos de idade, aldeias berberes adobe, uma paisagem selvagem de desfiladeiros profundos, e o deserto do Saara com suas dunas de areia Mas info : www.MaroccoEscursioni.com

    Email: MaroccoEscursioni@gmail.com

    ResponderExcluir